Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Corpos de Ritus Ciganos

Então o dia veio cheio de tons e cidades invisíveis, notados por passos e olhares… Como quem percebe o céu e suas nuvens musicais. Acompanhado de minha esperança, insisti na tua presença, pois assim, mais de perto, conseguia ouvir a cidade respirar, mesmo que nesse momento, a cidade fosse os meus pensamentos anotando os passos no ritmo da respiração… Assando a sola da bota preta, da preta bota de pontas apontadas para o coração do andarilho que estando no caminho sabe, que ali e aqui, existe somente como elemento da travessia do pulmão, observando a cidade na medida que oxigenava os sonhos.

Na cúpula dos pensamentos, costuramos o tecido vivo, como pele do agora, possibilitando o nascimento e morte no mesmo momento… Certo dia, nessas vias que me anunciavam os ciganos, encontrei pichado na parede, nos passos que me seguiam "a morte é a própria vida, vista ao contrário" aquilo imprimiu em minha respiração algo que imediatamente parecia que estava sendo anunciado pelos meus olh…

Últimas postagens

Lobo Inoar

IBIRA E AS GRAMAS DA TROPICALIA

TECIDO DOS DIAS

TUAS BOTAS NO ANDAR DE BAIXO

Dialeto

aS montanhAs de quixadÁ

dois

A GOTA DO RIO

Em Janeiro vou realizar o meu 1° filme de ficção

REFLETINDO O CORPO (parte I)